A segurança da sua família deve ser um elemento presente em seu planejamento financeiro. Afinal, não há como prever quando enfrentaremos situações adversas. Nesse sentido, a contratação de um seguro de vida para os filhos pode ser interessante.

Essa alternativa tem o objetivo de proporcionar maior tranquilidade para eles caso um imprevisto aconteça com você. Por isso, é fundamental conhecer as principais características dessa modalidade de seguro para entender o melhor momento de contratá-la.

Neste artigo, você conhecerá mais sobre o seguro de vida para filhos e quando fazê-lo. Além disso, poderá analisar as vantagens dessa alternativa. 

Acompanhe a leitura!

O que é o seguro de vida?

Durante o curso de sua vida, você sempre estará suscetível a lidar com situações infelizes — como acidentes ou falecimento. Embora não seja possível antever muitos desses cenários, há como executar estratégias de proteção para sua família.

Nesse sentido, o seguro de vida é uma alternativa que fornece suporte em casos assim. O objetivo desse produto financeiro é possibilitar que o titular ou seus beneficiários recebam uma indenização em cenários adversos. 

O seguro é especialmente importante em dinâmicas familiares nas quais exista uma pessoa que atue como principal provedora financeira. Caso essa pessoa enfrente interrupção da renda ou venha a falecer, isso impactaria todo o núcleo familiar.

Para oferecer segurança aos familiares, o contratante do seguro precisa definir os beneficiários. Serão eles quem receberão a cobertura do produto. Assim, é possível colocar os seus filhos como beneficiários do seguro de vida, por exemplo. 

Dessa forma, eles podem receber os recursos financeiros em situações de infortúnios. A cobertura do seguro de vida normalmente é para casos de morte, mas pode atender outros cenários — como internação ou invalidez. 

Como os filhos podem receber o seguro?

Agora que você entendeu o que é o seguro de vida e a relevância dessa contratação, é preciso saber como colocar seus filhos no contrato. Assim, eles poderão receber a indenização de forma mais prática.

Para tanto, você deve designá-los como beneficiários no momento de assinatura do contrato. Caso você tenha mais de um filho, é importante definir a porcentagem que cada um deles receberá do seguro. Vale destacar que é possível alterar essas informações por meio de um endosso no contrato.

Ademais, é necessário ter atenção para o recebimento do montante para filhos menores de idade. De forma mais comum, eles poderão resgatar o seguro apenas aos 18 anos — ou 16, caso sejam emancipados. Contudo, existem exceções para essa regra. 

Nas situações em que o montante é fundamental para a qualidade de vida dos beneficiários, é possível solicitar na justiça a liberação do capital de forma antecipada. Além disso, o segurado também pode indicar um tutor que receberá o capital para os filhos menores de idade.

É possível colocar os filhos menores de idade como segurados?

Como você viu, é possível colocar seus filhos como beneficiários do seu seguro de vida — mesmo que sejam menores de idade. Além disso, eles também podem ser os segurados do contrato. Essa é uma forma de ter proteção contra sinistros que possam acontecer com os filhos.

Entretanto, existem particularidades na contratação do seguro de vida para filhos menores de idade. Nas situações em que eles têm menos de 16 anos, não há como assinarem o contrato sozinhos. Assim, é necessária a presença de um responsável legal.

Ademais, existem mais limitações quando seus filhos têm menos de 14 anos de idade. Nesses cenários, o seguro de vida é apenas para caso de sobrevivência ou reembolso de determinadas despesas — como médicas ou de funeral.

Já para filhos menores de idade, mas com mais de 14 anos, é possível contratar o seguro de vida com cobertura total. Mas lembre-se de que a participação do tutor também é necessária nessas situações. 

Quais as vantagens da contratação do seguro? 

Contratar um seguro de vida para seus filhos é uma alternativa que traz inúmeras vantagens. Em primeiro lugar, ela gera uma maior tranquilidade para os seus herdeiros legais em momentos adversos — que todas as pessoas estão vulneráveis a enfrentar.

Nesse sentido, o seguro de vida pode servir para trazer estabilidade para o segurado e os seus beneficiários durante situações financeiras difíceis. Com isso, é possível usá-lo como uma forma de aliviar os impactos negativos na vida da família. 

Além disso, o seguro de vida pode ser usado como uma forma de obter reembolso para diversos custos — especialmente aqueles relacionados à saúde. Dessa maneira, será possível obter renda mesmo nos períodos em que não seja possível trabalhar. 

Quando fazer seguro de vida para os filhos?

Entendeu como funciona o seguro de vida para seus filhos e quais são as vantagens dele? Agora é importante destacar que não existe um momento ideal para avançar com a contratação. Ela depende do seu planejamento financeiro.

Por isso, é importante organizar todas as suas finanças. Dessa forma, você terá uma percepção mais clara sobre os seus ganhos e custos. Logo, será mais fácil para você identificar as possibilidades de contratar o seguro. 

O ideal é se organizar para garantir essa proteção à sua família. À vista disso, é indispensável ressaltar que quanto mais cedo a contratação acontecer, maior é a segurança que o seguro poderá trazer para seus filhos — bem como para os demais beneficiários. 

O que considerar ao fazer um seguro de vida para seus filhos?

Agora que você sabe mais sobre o momento ideal para contratar o seguro de vida para seus filhos, vale a pena entender o que considerar na escolha do produto. Um dos principais aspectos que você deve levar em consideração são as coberturas do contrato.

Afinal, é indispensável ter clareza sobre as situações em que seus filhos receberão o capital e quais despesas estão inclusas. Por fim, no caso de seus filhos menores de idade, você deve analisar com cautela quem será o responsável legal por eles — visto que essa pessoa poderá receber o benefício. 

Como vimos, contratar o seguro de vida para os filhos é uma forma de proporcionar maior tranquilidade para eles. Portanto, é fundamental conhecer como funcionam as regras para essa contratação e saber o melhor momento para fazê-la.

Quer entender mais sobre a contratação de um seguro de vida? Conheça a Azos e saiba como funciona o nosso serviço!