Antes de você comprar um seguro de vida, nós aconselhamos a tomar duas decisões:

  1. Qual o valor da cobertura de seguro de vida mais adequado para você?
  2. Qual o prazo de seguro de vida desejável?

E, para estipular o valor da sua apólice, o corretor vai levar três fatores em conta:

  1. Um deles é a quantia de cobertura adequada às suas necessidades e às da sua família (por exemplo, para quitar um financiamento ou para bancar a educação futura de seus filhos);
  2. Outro é quanto você pode arcar, já que mais cobertura significa prêmios (mensalidades) mais altos;
  3. E, por fim, para qual quantia você se qualifica, com base na sua idade e renda.

Definir o prazo do seguro de vida é bastante parecido: é só cruzar o custo de uma apólice mais longa ou mais curta com o tempo que você realmente precisa para estar seguro.

Dicas valiosas:

  • Sua apólice de seguro de vida deve durar o mesmo tempo que dos seus compromissos financeiros e dívidas pendentes;
  • Se você não contratar um período longo o suficiente e precisar contratar uma nova cobertura de seguro de vida mais tarde, os prêmios podem extrapolar o seu orçamento;
  • Você pode cancelar sua apólice a qualquer momento sem nenhum custo adicional, caso o prazo seja maior que o necessário.

Como escolher a duração do seguro de vida 

Quando falamos em prazo de seguro de vida, consideramos a duração da sua cobertura ou quanto tempo o seu contrato vai durar até o vencimento. 

A maioria dos prazos de um contrato de seguro de vida é de 5 ou 10 anos. Isso significa que você deve pagar a mensalidade - comumente chamada prêmio, durante esse período para que, se algo acontecer, seus beneficiários estejam cobertos.

Já ao pensar na duração da cobertura, você deve considerar por quanto tempo seu beneficiário vai precisar de auxílio - como se a sua renda ainda continuasse chegando mensalmente, além das despesas que precisam ser pagas, como consórcios e financiamentos. 

Lembrando que algumas seguradoras podem oferecer que a cobertura seja paga parcelada mensalmente ou anualmente, por exemplo, ou que seja entregue em um único pagamento, podendo ser administrada diretamente pelo beneficiário.

Para facilitar o cálculo da cobertura ideal para o seu perfil, confira nossa calculadora de cobertura!

Calculando seu prazo de cobertura

Em primeiro lugar, a duração ideal da sua apólice depende do seu objetivo ao contratar um seguro de vida. A maioria das pessoas adquire seguro de vida para prover segurança financeira às pessoas amadas em caso de uma morte inesperada.

Mas, existem outras situações possíveis, confira a seguir algumas delas.

Se você tiver um(a) filho(a)

Se você se tornou pai por agora,  é interessante ter uma apólice que cubra o período de dependência financeira do seu filho. Isso pode abranger um período de 15 a 25 anos, se você planeja cobrir o pagamento de despesas de faculdade ou pós-graduação para seu filho após os 18 anos.

Se você acabou de pegar um financiamento de uma casa

Se você  acabou de abrir um financiamento de uma casa em um banco, e ele não tem seguro obrigatório, você sabe que muitas parcelas estão por vir. 

Mas, imagine que você morra de repente, quem ficará responsável pela quitação da casa? 

Provavelmente o seu cônjuge ou seus filhos, se for o seu caso. Portanto, o tamanho da cobertura de seguro de vida é muito importante nesse caso, pois ele pode ser útil tanto para o seu beneficiário dar um fim ao financiamento como para ter uma segurança enquanto ajusta a vida financeira e se acostuma com a falta de um ente querido.

Se você for fiador de um empréstimo

Quer se trate de um carro novo com seu cônjuge, o financiamento para o curso superior do seu filho ou um empréstimo para uma pequena empresa com seu sócio, você vai precisar de uma apólice de seguro de vida que supere as dívidas pendentes e não deixe seus cossignatários na pior.

Calculando sua elegibilidade de cobertura

Independentemente de quanto seguro de vida você precisa e pode pagar, sua elegibilidade para sua apólice de seguro de vida também entra em jogo. 

É comum que as seguradoras de vida peçam evidências que deem segurança ou justifiquem a sua classificação para o valor de cobertura solicitado por você. 

Também é comum que elas permitam o comprometimento de apenas uma porcentagem segura da sua renda mensal. Afinal, não deve ser algo que seja inviável financeiramente para você.

De volta ao assunto, os prazos de contrato do seguro de vida geralmente dependem da sua idade. O corretor avalia quantos anos você tem antes de se aposentar, e se não terá mais renda ou dependentes. 

Quanto mais velho você for, menos opções terá, mas algumas seguradoras ainda oferecem aos candidatos mais velhos a duração mais longa. Porém, é melhor não contar com isso. O custo-benefício de contratar um seguro de vida ainda jovem é muito alto -já que as chances da sua saúde estar em dia é maior.

Se você quiser conferir quanto seria o seu prêmio e qual a sua cobertura. Simule agora e de graça o seu seguro de vida na Calculadora Azos, é rápido e fácil!

Razões para considerar um prazo maior para o seu seguro de vida 

Depois de avaliar suas pendências e planejamentos financeiros, pode ficar mais fácil determinar o tempo de duração da sua cobertura. 

Seja como for, não deixe de considerar um contrato que dure mais do que o necessário. A gente separou para você alguns motivos para levar isso em conta, confira abaixo:

Suas taxas de seguro de vida são hoje, mais baratas, do que serão no futuro

O custo do seguro de vida aumenta em média, de 4,5% a 9% a cada ano que você envelhece e conforme sua saúde muda. Novos diagnósticos podem aumentar os prêmios no futuro ao solicitar uma nova apólice. 

Portanto, se você comprar uma apólice de 20 anos, mas precisar estender sua cobertura no futuro, pode ter certeza que vai contratar por um valor muito alto a mesma cobertura. Confira como a seguradora lida com o artigo 768 e 769 do código civil, que permitem que seguradoras reavaliem sua saúde em caso de renovação.

Aqui na Azos nós abrimos mão desse artigo e não exigimos uma nova declaração pessoal de saúde durante a renovação do seu contrato, fazendo com que seja muito mais vantajoso manter seu seguro conosco.

A vida dá voltas

Talvez, um prazo mais curto pode fazer sentido hoje, mas como dizem: a vida dá voltas. 

Quem sabe mais um filho está a caminho, você mude de trabalho ou precise cuidar de seus pais idosos. À medida que esses grandes eventos de vida ocorrem, suas necessidades de seguro de vida podem mudar e, muitas vezes, até crescer.

Também é importante considerar as despesas que surgem com o avançar da vida, como um carro maior ou necessidades de filhos mais velhos. 

Ter alguma cobertura além de suas necessidades tradicionais pode garantir a segurança financeira das pessoas que você ama, mesmo que hoje não dependam de você financeiramente.

Se necessário, você pode reduzir sua cobertura (e seus prêmios)

É possível que depois de  alguns anos corridos você não precise mais da cobertura de seguro de vida. 

Se isso acontecer, você pode diminuir o valor da cobertura do seu seguro de vida. Com isso, você pode pagar prêmios menores, sem passar por um novo processo de contrato. 

Agora, se você achar melhor, você pode cancelar sua apólice por completo. Esta é uma opção muito mais barata do que contratar uma nova apólice de seguro de vida. Porque, sem dúvidas, as taxas que incidem sobre o valor do seu prêmio serão mais altas de acordo com a sua idade.

Como a duração do prazo do seguro de vida afeta o preço

Quanto mais longo for o prazo, maiores serão os prêmios — quer dizer, as suas mensalidades. 

Porque dentro de um prazo mais longo o risco de algo acontecer com o segurado é maior. Da mesma forma, a chance da seguradora desembolsar a indenização em caso de morte para o seu beneficiário também é maior. É por isso que contratar um seguro de vida sai por um preço elevado nesse tipo de caso.

É importante que você entenda seu estilo de vida, seus objetivos a longo prazo e considere seus dependentes para chegar a uma conclusão aqui. Você sempre pode consultar um corretor ou falar com um especialista Azos, se ainda estiver com dúvida. 


Além disso, seu contrato pode ser renovado por você e pela seguradora caso seja necessário.

Você pode tomar um tempo para decidir isso, se precisar.