Os seguros de vida são serviços essenciais para a segurança financeira — seja dos beneficiários ou dos segurados. Isso porque eles oferecem coberturas para trazer tranquilidade em momentos delicados, como morte, doença ou invalidez permanente por acidente.

Por isso, vale a pena entender quais são as coberturas do seguro de vida e como funciona o procedimento para recebimento das indenizações. Assim, você pode avaliar melhor a apólice e saber se os serviços suprem as suas expectativas.

Quer saber mais? A seguir, você entenderá melhor o funcionamento de um seguro de vida e descobrirá como se dá a cobertura em caso de invalidez permanente por acidente. 

Não perca!

O que é e como funciona o seguro de vida?

Para entender como funciona a cobertura em situações de invalidez, você deve antes saber o que é um seguro de vida. Esse serviço é prestado por seguradoras e têm como objetivo oferecer segurança financeira ao segurado ou beneficiários em caso de sinistros.

Assim, o seguro paga uma indenização quando ocorrem situações cobertas na apólice. O valor dessa indenização depende de cada contratação, tendo em vista que as seguradoras possuem diversos planos de seguros e coberturas distintas.

Dessa forma, a seguradora pode oferecer serviços especializados e personalizados — que vão ao encontro de suas necessidades e expectativas como segurado.

Vale saber que, em situações de falta do segurado — como o falecimento —, são os beneficiários que recebem a indenização do seguro de vida contratado. Eles podem ser pessoas físicas ou jurídicas designadas no contrato para recebimento dos benefícios.

Então, ainda que o segurado não possa receber a indenização, haverá segurança financeira para outras pessoas. Ainda, você deve saber que os beneficiários indicados não precisam ser parentes ou herdeiros. Eles são de livre escolha e receberão a indenização prevista sem dificuldades.

Outra informação importante sobre o seguro de vida diz respeito a não necessidade de inventário para recebimento do dinheiro em contextos de falecimento. A indenização não se caracteriza como uma herança e, portanto, os valores são recebidos de forma independente e sem burocracia.

Desse modo, não é preciso propor um processo judicial ou incluir a indenização no inventário e partilha de bens do falecido, por exemplo. A dinâmica garante que os beneficiários tenham acesso ao montante de forma mais rápida — ampliando a segurança financeira para os familiares.

Quais são as situações cobertas por um seguro de vida?

Você percebeu que o seguro de vida garante o pagamento de indenização caso ocorra um risco coberto pela apólice, certo? Agora é preciso entender quais são os riscos cobertos e como eles funcionam no contrato.

A cobertura de seguro de vida é a proteção contratada pelo segurado contra riscos específicos. Vale ressaltar que essas coberturas devem constar na apólice para que sejam passíveis de indenização por parte da seguradora.

Também é preciso saber que existem coberturas obrigatórias no seguro de vida. Ou seja, elas devem constar necessariamente na contratação desse tipo de serviço, conforme as regras determinadas pela Susep.

Essa instituição é a Superintendência de Seguros Privados, que tem a responsabilidade de regulamentar e fiscalizar os seguros comercializados no Brasil. No seguro de vida, a cobertura obrigatória envolve o risco de morte.

Contudo, outras coberturas e serviços podem ser adicionadas ao contrato isoladamente, conforme as necessidades dos segurados e a disponibilidade da seguradora.

Confira as principais:

  • invalidez permanente total ou parcial por acidente;
  • invalidez funcional permanente total por doença;
  • doenças graves;
  • assistência funeral.

Desse modo, o segurado pode contar com diversas coberturas em diferentes riscos. Por isso, muitas vezes, a indenização do seguro de vida pode ser paga diretamente ao segurado, e não aos beneficiários.

O que é a cobertura de invalidez permanente por acidente?

A invalidez permanente por acidente é uma das coberturas adicionais oferecidas pelos seguros de vida. Então lembre-se de que você deve realizar a contratação de forma independente, incluindo essa informação na apólice.

Para entender essa cobertura, há dois conceitos que devem ser compreendidos: o acidente pessoal e a invalidez. Confira!

Acidente pessoal

Como se caracteriza um acidente pessoal para fins de seguro de vida? Entender esse ponto é fundamental para que você consiga compreender a apólice e saber quando pode receber a indenização.