A contratação de um seguro de vida ainda é cercada por dúvidas para grande parte das pessoas. Muitas vezes, são tantas informações e crenças desencontradas que é difícil distinguir o que é mito e o que é verdade nessa área.

Portanto, é importante se informar corretamente para ter conhecimentos de qualidade, a fim de realizar a melhor escolha de um seguro de vida para você e seus beneficiários. Assim, se você pretende conhecer mais sobre o assunto, deve continuar a leitura deste artigo.

A seguir, você descobrirá 7 mitos e verdades sobre a contratação de um seguro de vida. Confira!

O que é um seguro e como funciona? 

Para começar, vale a pena saber o que é e como funciona um seguro de vida. Esse produto tem como objetivo oferecer proteção financeira para os beneficiários no caso da morte do segurado. Desse modo, os dependentes recebem uma indenização que pode ampará-los no momento difícil. 

Além disso, dependendo da cobertura do seguro, o próprio segurado pode receber a indenização quando acontece um sinistro previsto no contrato. Por exemplo, no caso de invalidez por doença ou incapacidade laboral por acidente.

O seguro de vida funciona da seguinte maneira: o segurado paga o prêmio à seguradora, que pode ser mensal ou anual. Então a empresa fica responsável por pagar a indenização no caso de eventos definidos em contrato.

Os planos de seguro podem ser bem variados, dependendo da cobertura e das condições de pagamento. Vale saber que, quanto maior é o capital segurado — ou seja, a indenização —, mais alta costuma ser a parcela do prêmio. 

Além disso, é importante entender sobre a carência — que é um período em que o segurado não está coberto pelo seguro. Desse modo, se algum sinistro acontece com o segurado durante a carência, a seguradora não é obrigada a pagar a indenização.

7 Mitos e verdades sobre a contratação de um seguro

Agora que você já sabe o que é e como funciona um seguro de vida, é o momento de descobrir os 7 mitos e verdades sobre esse produto.

Veja!

1. Seguro é destinado somente para pessoas ricas

Mito! Na verdade, o seguro é destinado a qualquer pessoa que deseja proteger ela mesma e seus dependentes das situações que podem abalar a saúde financeira. E isso independe do seu salário. Afinal, todos estão vulneráveis a sofrer problemas financeiros, caso precisem parar de trabalhar.

Assim, você ou sua família podem passar por dificuldades na falta da renda principal por ocasião de um sinistro. Logo, vale a pena considerar o seguro. 

Para entender o custo-benefício do produto, compare as parcelas dele com o seu prejuízo na ocorrência de um sinistro. Se você não tiver o dinheiro para cobrir eventuais despesas sem impactar o patrimônio, é mais um motivo para procurar um seguro.

2. O seguro não funciona quando é necessário

Mito! Na verdade, sempre que o segurado e a ocorrência atenderem os requisitos previstos em contrato, a indenização será paga. Inclusive, no caso da indenização por morte, o montante do seguro não entra no inventário, podendo ser pago rapidamente aos beneficiários. 

Com isso, os dependentes recebem o suporte necessário na hora em que mais precisam, contrariando o mito de que o seguro não funciona quando é preciso.

3. O seguro de vida não cobre apenas morte

Verdade! Como visto, embora a cobertura mais conhecida seja por morte, o seguro de vida pode cobrir outros eventos, beneficiando até mesmo o segurado em vida. Por exemplo, em internações hospitalares causada por acidente ou no caso de incapacidade funcional por doença.

Sendo assim, antes de contratar um seguro é importante entender qual é a cobertura que ele oferece para saber se apólice atende ao que você procura. Nesse momento, considere o seu estilo de vida e as necessidades de sua família. 

4. Seguro de vida é caro

Mito! Há quem considere o seguro de vida um produto caro. Contudo, parte dessas pessoas não realiza os cálculos necessários para entender se, de fato, o seguro apresenta preço compatível com o que oferece Geralmente, um bom seguro terá um custo-benefício interessante.

Além disso, vale reforçar que o valor da apólice e, consequentemente, do prêmio depende da cobertura, da idade do segurado e, até mesmo, da atividade profissional exercida por ele. Desse modo, por ser um produto personalizável, é possível encontrar apólices com preço acessível.

5. O seguro de vida também é importante para quem não tem dependentes

Verdade! Como vimos, o seguro de vida pode ser utilizado para garantir a própria estabilidade financeira, especialmente, em caso de invalidez permanente ou temporária. Assim, o próprio segurado será o beneficiário e poderá utilizar a indenização como desejar.

Ademais, há seguros com cobertura em situação de perda de renda. Dessa maneira, o segurado tem uma proteção financeira adicional e pode ter mais tranquilidade em relação às suas finanças. Logo, mesmo que você não tenha dependentes, pode ser vantajoso contratar um seguro de vida.

6. Quem tem seguro de vida em grupo não precisa de seguro individual

Mito! Mesmo que a pessoa tenha um seguro de vida em grupo, contratado pela empresa empregadora, é necessário ter um seguro de vida individual. Isso porque, se acontecer uma demissão ou saída do emprego, o segurado perde a proteção financeira da apólice em grupo.

Ademais, os seguros em grupo costumam não ter uma cobertura completa, que é a ideal para se manter protegido financeiramente. Desse modo, contar com um seguro individual é imprescindível para garantir a proteção financeira e mais tranquilidade para si e sua família.

7. O seguro de vida pode ser cancelado

Verdade! Existem pessoas que têm receio de não poder cancelar o seguro de vida, caso desejarem. No entanto, esse produto pode ser negociado — seja visando o cancelamento ou, até mesmo, a alteração do contrato.

Além disso, a depender das condições de cancelamento, é possível resgatar parte do dinheiro alocado para contratação da apólice. Sendo assim, antes de contratar um produto, vale a pena conhecer as condições do contrato — inclusive, se o capital é resgatável.

No decorrer deste post, você aprendeu o que é e como funciona o seguro de vida, além de desvendar 7 mitos e verdades sobre a contratação do produto. Com isso, você tem informações relevantes sobre o assunto — que podem ajudar a encontrar o melhor seguro para a sua realidade!

Você ficou com alguma dúvida sobre seguros de vida? Então acesse o nosso site, agende uma conversa e fale com um dos nossos especialistas!