Seguro de vida ou plano de saúde? Qual deles é melhor para o seu momento de vida?

Não sabe como escolher entre seguro de vida ou plano de saúde? Confira as dicas que separamos e veja qual opção melhor te atende!

Seguro de Vida
Seguro de vida ou plano de saúde? Qual deles é melhor para o seu momento de vida?

Está em dúvida e não sabe como escolher entre seguro de vida ou plano de saúde? Vale a pena conhecer melhor cada alternativa.

Ambos os serviços possuem os mesmos objetivos, proteger você e a sua família. No entanto, podem realizar isso de formas distintas, e com focos diferentes.

Nesse caso, o primeiro passo para encontrar a cobertura ideal é conhecer mais sobre cada uma delas, e entender qual a opção que melhor atende ao seu perfil.

Pensando nisso, preparamos um conteúdo especial para te ajudar a escolher entre seguro de vida ou plano de saúde. Confira as principais características de cada opção!

O que é o seguro de vida?

Seguro de vida é um modelo de proteção que realiza o pagamento de indenizações e reembolsos no caso de sinistros envolvendo o titular.

O contrato firmado entre as partes garante que a companhia se responsabilize pelas coberturas, enquanto o contratante deve realizar o pagamento do prêmio, uma quantia mensal determinada a partir da proposta e do capital segurado.

Dessa forma, se algum imprevisto acontecer, o segurado e seus beneficiários poderão solicitar uma indenização, que poderá ser utilizada da melhor forma que os beneficiários desejarem, tendo mais tranquilidade para lidar com as situações inesperadas.

Existem vários tipos de seguro de vida disponíveis para o interessado contratar conforme seu perfil e necessidades.

O que é o plano de saúde?

O plano de saúde é um contrato firmado entre uma empresa prestadora de serviços e o consumidor, garantindo assistência médica em rede própria ou credenciada da operadora.

Geralmente, o titular e seus dependentes podem solicitar os atendimentos sem custos adicionais as mensalidades que paga para a empresa, ou recebendo um reembolso, parcial ou integral, após a realização da consulta ou tratamento, conforme as regras do contrato.

Além disso, o plano de saúde também conta com mensalidades e planos diferenciados que dependem da escolha do contratante.

Algumas operadoras trabalham somente com rede própria, de modo que limita o acesso a serviços da rede. Enquanto isso, outras empresas podem trabalhar com parcerias mais amplas e consultórios de terceiros, que aceitam o convênio e disponibilizam descontos.

O número de dependentes, ou beneficiários, dependerá do contrato de cada companhia e o plano contratado.

Um seguro de vida substitui o plano de saúde?

Para quem está em dúvida sobre seguro de vida ou plano de saúde, é importante reforçar que um serviço não substitui o outro, pois podem existir abrangências e flexibilidades distintas.

Isso porque existem diversas modalidades disponíveis para contratação, inclusive de modelos que permitem o reembolso de despesas médicas e tratamentos hospitalares.

Por outro lado, o plano de saúde, embora reembolse parte das atividades em redes credenciadas, não oferece uma indenização para imprevistos, por exemplo.

O titular também não terá autonomia para administrar o pagamento conforme sua preferência, pois o valor não se destina a outras atividades que não sejam o pagamento de consultas e eventuais tratamentos.

Nesse caso, apesar de não serem serviços que substituem um ao outro, o seguro de vida pode ter uma cobertura mais ampla que o plano de saúde, principalmente em termos de flexibilidade de utilização da indenização recebida, que pode ser utilizada para qualquer fim. 

Enquanto, o plano de saúde pode ser um produto adequado para dar apoio específico para situações de doenças e acidentes.

Quais as principais coberturas do seguro de vida?

Antes de decidir qual serviço escolher, seguro de vida ou plano de saúde, vale a pena conhecer mais detalhes sobre as principais coberturas de uma apólice.

Dessa forma, você terá uma base mais concreta para tomar uma decisão e investir na proteção que a sua família precisa.

Veja quais os eventos e sinistros padrão que costumam ser atendidos pelo seguro de vida:

Morte acidental

Pessoas que contratam um seguro de vida possuem uma proteção para morte acidental.

Essa fatalidade se torna um momento delicado para os entes queridos, além de acompanhar uma série de burocracias que, muitas vezes, os dependentes não estão preparados.

Dessa forma, para oferecer mais conforto para a sua família, é possível contratar uma apólice de vida com cobertura de falecimento.

Seus beneficiários poderão receber uma indenização, conforme o capital segurado contratado, e ter mais tranquilidade ao se reestabelecer durante essa situação difícil, sem se preocupar com suporte financeiro para os próximos meses.

Invalidez permanente ou parcial

Enquanto isso, existem outros imprevistos que também podem desestabilizar os seus dependentes financeiros, como a invalidez permanente total ou parcial por acidente.

Essa é uma indenização que pode ser solicitada em vida, para ajudar com pagamento de  despesas, manutenção do estilo de vida e até mesmo o pagamento de custos médicos, como um convênio proporcionaria.

Doenças graves

Ainda, outra cobertura popular no seguro de vida é para doenças graves. Muitas pessoas se preocupam com a saúde, e desejam se planejar contra imprevistos que impactam no orçamento.

Com essa proteção, é possível receber indenizações para custear tratamentos e despesas hospitalares, mas também administrar o valor livremente, auxiliando no pagamento de outras contas, por exemplo.

Assim, é possível ter mais tranquilidade durante o tratamento, além de fornecer mais segurança para seus entes queridos.

Quais as principais coberturas do plano de saúde?

Enquanto isso, para escolher entre um seguro de vida ou plano de saúde, também é importante conhecer quais as coberturas de um convênio médico.

Existem diversas alternativas no mercado, de operadoras e modalidades distintas. No entanto, alguns serviços padronizados costumam ser atendidos pelos principais planos. Veja quais são:

Consultas médicas

A maioria dos titulares de planos de saúde contratam esse serviço para a realização de consultas médicas cotidianas.

O beneficiário e seus dependentes não precisam se preocupar com um desembolso muito alto ao apresentar o convênio.

No entanto, por conta da diversidade de planos e categorias, nem todas as opções possuem ampla abrangência de consultas.

Internação hospitalar

Ainda, uma cobertura importante que faz parte do plano de saúde são as internações hospitalares, que demandam um custo mais elevado, especialmente para serviços particulares.

O plano de saúde atua, então, para reduzir o valor total devido, ou reembolsar o pagamento após a apresentação dos comprovantes.

Também existem critérios para o período de internação e modalidades de intervenção cirúrgica. Contudo, de modo geral, o titular poderá aproveitar essa cobertura.

Exames de baixa, média e alta complexidade

Assim como a internação e consultas periódicas, o beneficiário do plano de saúde ou seus dependentes podem precisar de diferentes exames.

Nos serviços particulares, todas as etapas e processos são cobrados, e o convênio atua para realizar a cobertura desses procedimentos, seja de baixa, média ou alta complexidade.

Nesse caso, o segurado pode utilizar a rede credenciada da operadora de saúde contratada ou utilizar outra clínica particular, efetuando o pagamento da consulta ou exame e posteriormente solicitar o reembolso para o plano de saúde. 

O valor de reembolso pode variar conforme o plano contratado, e é importante que o titular se atente para as cláusulas de pagamento do seu contrato com a operadora.

Entretanto, a maioria dos convênios trabalha em parceria com consultórios e clínicas especializadas, facilitando o agendamento e encaminhamento do paciente para a realização dessas consultas.

Custear tratamentos ambulatoriais e de longo prazo

Além disso, vale a pena mencionar, entre as coberturas do plano de saúde, a possibilidade de custear tratamentos ambulatoriais e de longo prazo.

É o caso de intervenções para doenças como câncer, por exemplo. Esse tipo de condição médica delicada precisa de acompanhamento de longo prazo, além de uma série de operações.

Assim, com o plano de saúde, o titular e seus dependentes poderão ter mais tranquilidade para custear esse tipo de tratamento, que costuma apresentar valores consideráveis a longo prazo.

Alguns convênios, inclusive, trabalham com modalidades específicas para esse tipo de operação, por conta dos gastos.

Quais as principais diferenças do seguro de vida e do plano de saúde?

Antes de escolher entre seguro de vida ou plano de saúde, é fundamental conhecer mais sobre as diferenças de cada serviço.

Veja os principais pontos de análise para entender como as coberturas funcionam:

Forma de utilização

Em termos de forma de utilização, entre seguro de vida ou plano de saúde, o seguro de vida possui maior flexibilidade e autonomia.

Isso porque a indenização costuma ser um valor pago para o titular utilizar conforme preferência e necessidade.

Salvo contratos específicos, onde a seguradora e o interessado acordam sobre o direcionamento do capital segurado, o pagamento é livre para os beneficiários utilizarem como precisar.

Dessa forma, pode ser um valor utilizado em consultas, tratamentos médicos ou despesas hospitalares, por exemplo.

No entanto, também permite o pagamento de outras contas e até mesmo a compra de produtos necessários para a recuperação.

Enquanto isso, os convênios médicos não contam com essa abrangência, pois são reservados somente para gastos de saúdes, como exames, consultas e cirurgias. Logo, o reembolso não é aplicado para outros gastos que não sejam cobertos.

Ainda, vale a pena mencionar que nem todas as localidades trabalham com determinado plano de saúde, enquanto o seguro de vida, uma vez recebida a indenização, pode ser utilizado em qualquer lugar para qualquer pagamento.

Valores

Ao avaliar um seguro de vida ou plano de saúde, também é essencial se atentar para as diferenças entre os valores.

Inicialmente, os convênios médicos cobram valores fixos por mensalidade, mas também realizam o desconto proporcional das consultas, ou exigem que o titular pague integralmente pelo serviço, para, em seguida, reembolsá-lo.

Enquanto isso, uma apólice de seguro de vida exige apenas o pagamento do prêmio, um valor mensal definido no início do contrato, que pode ser atualizado anualmente, segundo o contrato.

O segurado e seus beneficiários não precisarão pagar nenhuma outra taxa ou atender a cobranças paralelas, inclusive ao solicitar a indenização no futuro.

Além disso, ao comparar os valores do seguro de vida ou plano de saúde, uma apólice possui propostas mais acessíveis, pois se baseia no perfil do contratante e nas coberturas desejadas. Na Azos, por exemplo, você encontrará coberturas a partir de R$6 para mulheres e R$9 para homens.

Benefícios

Os benefícios do seguro de vida ou plano de saúde também são distintos. Embora ambos procurem oferecer mais proteção para o titular, existem diferentes vantagens em cada serviço.

Por exemplo, o plano de saúde pode ser acionado mais de uma vez, de maneira prática, geralmente a partir de apresentação de carteirinha.

Além disso, é uma opção prática para o dia a dia, desde consultas de rotina, até exames simples para check-up.

Enquanto isso, o seguro de vida traz indenizações mais flexíveis para utilização do valor recebido, com maior valor para o segurado e seus beneficiários.

Ainda, também pode ser utilizado para mais de um objetivo, enquanto o plano de saúde atende somente serviços médicos.

Proteção futura

Entre seguro de vida e plano de saúde, somente o seguro de vida oferece uma proteção futura adequada para o titular e seus dependentes, como falecimento, por exemplo.

Além disso, existem diversas coberturas voltadas para maior tranquilidade no futuro, como o auxílio-funeral.

Em outras palavras, um seguro de vida permite maior segurança enquanto o contrato for vigente, independente do período.

Para quem o plano de saúde é indicado?

O plano de saúde costuma ser indicado para pessoas que desejam mais praticidade na administração dos gastos de saúde e evitar grandes gastos imprevistos em caso de uma doença ou acidente mais grave.

Esse serviço permite reduzir o valor das consultas, ou reembolsar as despesas com uma série de serviços.

Além disso, é uma modalidade buscada por chefes de família, pensando nas necessidades de filhos e dependentes menores de idade, por exemplo.

Por ser um benefício empresarial comum, oferecido pelas companhias para os funcionários, e, por isso, possui maior adesão.

Para quem o seguro de vida é indicado?

Enquanto isso, fazer um seguro de vida é indicado para todas as pessoas que desejam mais proteção para seus entes queridos e tranquilidade para lidar com imprevistos.

Não é possível se planejar para todos os acontecimentos, mas algumas situações podem ter um menor impacto contando com uma apólice e indenizações.

Além disso, existem seguros para todas as idades, perfis e necessidades, sendo um produto flexível, que combina com o momento de vida de cada contratante.

Como conciliar o plano de saúde e o seguro de vida no orçamento?

Para quem não deseja escolher entre seguro de vida ou plano de saúde, é possível conciliar ambos conhecendo seu orçamento e necessidades, inclusive, é o mais recomendado ter ambos os produtos, pois eles são complementares.

Opte por propostas mais simples, pois cada serviço terá uma atuação, e poderá fornecer proteções em momentos diferentes.

Assim, em vez de investir em convênios de saúde e apólices de seguro de vida mais robustos, vale a pena considerar opções úteis, mas acessíveis.

Dessa forma, poderá ter mais tranquilidade para lidar com imprevistos, sabendo que você e seus entes queridos estarão assegurados da forma correta.

Tomou uma decisão e quer contratar um seguro de vida? Então faça a sua simulação e descubra qual é a melhor alternativa para o seu momento de vida atual!

Gostou do artigo?  Compartilhe
Facebook
LinkedIn

Finalmente um seguro para a sua vida

Seguros personalizados, preços incríveis e aprovação em 1 dia útil

100% digital
Sem exames médicos

Perguntas que nos fazem com frequência

No items found.

Receba conteúdos legais sobre seguros, educação financeira e boas histórias para contar.