Você sabia que 54% da população dos EUA tem seguro de vida? Esse número é ainda mais interessante quando pensamos que a maioria dos personagens de filmes e programas televisivos do país não contam com um seguro de vida.

Você sabe por quê?

Uma boa história precisa de um problema para ser resolvido. Um escritor ou roteirista para ser bom, deve ser, essencialmente, o que chamam de “trouble maker” em inglês. Ou seja, alguém que sabe encontrar um problema para criar e resolver ao longo de uma história.

E, cá entre nós, não ter ou não contratar um seguro de vida é um baita problema! Seja qual for a idade, em algum momento algo pode sair do planejado e o seguro de vida, nessa hora, vai cair como uma luva.

Foi pensando nisso que separamos alguns dos personagens que tiveram um problemão por não ter seguro de vida e que se tivessem, com certeza, a história teria sido outra! Depois da leitura desse post, você vai sair com uma boa ideia de quem precisa de seguro de vida.

PS: cuidado com spoilers! A leitura é por sua conta em risco, ein!?

Veja abaixo a lista dos filmes e séries que selecionamos para analisar com você hoje:

  • Breaking Bad
  • Harry Potter
  • Homem-Aranha
  • Cinderela
  • Star Wars
  • Naruto
  • O Auto da Compadecida
  • Dark
  • Game of Thrones
  • How I Met Your Mother
  • Bônus: histórias e personagens que não precisam de seguro de vida

Breaking Bad

Tomara que a falta de seguro de vida não deixe ninguém mal ou transforme alguém em um criminoso, mas quem aí se lembra do simpático e bondoso professor Walter White, que após descobrir um câncer agressivo nos pulmões entra em desespero ao ver que deixará a própria família na pior?

Daí, a saída que o nosso professor de química encontrou, foi entrar para o crime como o traficante calculista e bem-sucedido, Heisenberg.

Carente de qualquer tipo de seguro de vida e, digamos, "sentindo o hálito da morte"  em seu cangote, White faz de tudo para deixar uma quantia de dinheiro que dê estabilidade para a esposa Sky, o filho com deficiência, Junior, e a recém-nascida, Holly White.

É por isso que Breaking Bad é uma das séries que seriam totalmente diferentes se o protagonista tivesse um bom seguro de vida. White poderia ter se concentrado em seu tratamento, sabendo que a família teria dinheiro suficiente para arcar com as despesas e educação dos filhos. Isso, sem dúvidas, evitaria toda a dor de cabeça e desgosto pelo qual a família dele passou.

Certamente se Walter White tivesse um seguro contra doenças graves e um seguro de vida não teria entrado para o mundo do crime, ele teria um bom tratamento e a tranquilidade financeira que um seguro oferece.

Walter White tinha aproximadamente 50 anos quando foi diagnosticado com um câncer de pulmão. Para se ter uma noção de preço, ele poderia pagar R$ 91,16 por mês para ter um seguro de vida de R$ 300.000,00!

Harry Potter

Hogwarts - Harry Potter

O jovem garoto britânico, criado na rua dos Alfeneiros, número 4, em Londres, tinha tudo para ser um beneficiário. Mas, infelizmente, Thiago e Lílian Potter não tinham um seguro de vida

Aliás, se Harry Potter não tivesse o excelente Guardião e protetor das chaves de Hogwarts, Hagrid, para levá-lo ao banco Gringotes, talvez o jovem bruxo jamais descobrisse o dinheiro deixado pelos pais. Ou você acredita que um daqueles duendes avarentos avisaria ao menino-que-sobreviveu sobre aquela nada modesta fortuna dos Potter’s guardada nos profundos cofres do banco?

Se os pais de Harry tivessem garantido um seguro de vida, mesmo diante do elevado risco – se é que você me entende –, talvez nós jamais tivéssemos conhecido o armário debaixo das escadas na rua dos Alfeneiros, número 4. Seria azar nosso, mas com certeza uma grande sorte para Harry Potter, que teria uma qualidade de vida melhor caso recebesse o seguro de vida. - Deve ter sido difícil conviver com o Duda, fala sério!

Além disso, Harry precisaria de ajuda para receber o valor do seguro, uma vez que os pais do bruxo faleceram quando ainda era um bebê. As seguradoras não são obrigadas a irem atrás das pessoas que têm direito ao seguro. Pelo contrário, quanto menos pessoas receberem o seguro, mais lucros elas têm.

Pensando nisso a Azos criou a figura do “Guardião”. Todo mundo que contrata nossos seguros escolhe uma pessoa da sua confiança para que ela saiba da existência deste seguro. Dessa forma, o guardião pode ajudar uma criança ou um bebê a receber o dinheiro que ela tem direito. Legal, né? Pagar seguro a vida inteira para que, quando precisar, o dinheiro não chegar nas mãos das pessoas que merecem é dureza.

Homem-Aranha

O nosso terceiro protagonista é Peter Parker, o rapaz por trás da máscara do homem-aranha. Ainda garoto, Parker perdeu o tio durante um assalto. Com o assassinato do “Uncle Ben”, Peter ficou sozinho com a sua tia e percebeu que precisaria fazer alguma coisa para ajudar em casa.

Passou, então, a trabalhar como fotógrafo freelancer, mas até então sem muito sucesso. A vida de Parker realmente mudou quando ele foi picado por uma aranha, geneticamente modificada, em um museu de ciências e se transformou em um super-herói.

Parece bom, né? Mas, a carreira de um super-herói não é fácil e muito menos lucrativa. Em outras palavras: “com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades”. Para sair da dureza, Parker passou, digamos, a tirar várias selfies vestido de homem-aranha para aproveitar o alto valor das fotografias do justiceiro em um famoso jornal da cidade e tendo que aturar um patrão nada agradável!

Sem dúvidas, se o Uncle Ben tivesse providenciado um seguro de vida, Parker e sua tia teriam rumos diferentes. Peter, talvez, tivesse ido para a faculdade e se tornando em um grande biólogo e sua tia investido em uma linha de deliciosos cookies. Quem sabe?

Cinderela

O clássico musical da Disney, de 1950, também teria uma outra história para contar caso a jovem Cinderela recebesse a apólice da mãe e do pai. Cinderela ou A gata borralheira, na versão brasileira, é a história de uma garota que teve a mãe e o pai mortos prematuramente.

Após a perda dos pais, Cinderela passa a sofrer maus-tratos e abusos da madrasta, madame Tremaine. Obrigada a fazer todo o trabalho duro para Tremaine e suas filhas mimadas, Cinderela vive à espera de uma oportunidade para se safar da madrasta.

Quer dizer, conhecendo bem a madame Tremaine, talvez não seria suficiente qualquer tipo de seguro para salvar a nossa personagem. O seguro de vida certo seria aquele que funcionasse junto de um Guardião, caso contrário, era bem capaz de Tremaine passar a mão no dinheiro da apólice deixado para a jovem protagonista.

Ah, com certeza, se Cinderela tivesse essa sorte ela nem sequer iria querer saber de príncipe, porque a sua vida seria outra, mais segura e com estabilidade financeira livre de dependências.

Quer garantir autonomia financeira para você e as pessoas que você ama e evitar essa vida complicada da Cinderela? Entre em contato com nosso time de atendimento para saber mais sobre um seguro de vida para você.

Star Wars

Afinal, quem é o pai de Anakin Skywalker? Há diversas especulações sobre o nascimento do menino jedi e posterior Sith, Darth Vader. Mas, a verdade é que se o pai de Anakin tivesse um seguro de vida, ele e a mãe, Shmi Skywalker, jamais teriam sido escravizados.

Anakin e sua mãe se tornaram escravos de Hutt Gardulla por dívida e, em seguida, foram objeto de aposta e passaram a pertencer ao vendedor de sucatas Watto e só recuperariam a liberdade quando essa dívida fosse quitada. Para isso, o jovem Skywalker e sua mãe trabalhavam duro e de forma compulsória para o comerciante.

Mas uma coisa é certa, se Skywalker tivesse recebido uma cobertura de seguro de vida do pai, muitos dos conflitos dele que surgiriam no futuro e o levariam para o "caminho obscuro da força”, como Darth Vader, teriam sido evitados.

Já pensou em um Anakin do bem e sem problemas na infância? George Lucas teria problemas.

Converse com um especialista em seguro de vida

Naruto

O jovem e ansioso shinobi, Naruto Uzumaki, é mais um garoto cujos pais tiveram um fim trágico. Sozinho e desamparado, Naruto tem de enfrentar diversos problemas com os demais aldeões da Aldeia oculta da Folha e, como foi deixado sem nada, teve que contar com muitos amigos e protetores também.

Apesar do espírito da raposa de nove caldas ter sido selado no corpo da criança Uzumaki,  – o que gerou todo um preconceito e discriminação em torno do menino – sem dúvidas, a vida de Naruto seria diferente se tivesse contado com uma cobertura e um dinheiro a mais no bolso.

Ele teria se safado de muitos problemas na escola e com os amigos ao longo de sua formação e teria, especialmente, comido muitos lámens a mais!

O Auto da Compadecida

Sabe quem mais teria a trajetória de vida modificada? Ele mesmo, o cabra mais amarelo de Taperoá, João Grilo, de O Auto da Compadecida.

Nascido e criado no sertão agreste, João Grilo sempre foi muito pobre e teve de fazer da necessidade, a sua esperteza e, da sagacidade para falcatruas, solução para rolos e enganações. Mas, e se João Grilo tivesse recebido um seguro de vida de seus pais? O nosso cabra mais amarelo de todo o sertão ainda existiria?

Provavelmente ele, e seu fiel amigo, Chicó, não teriam que inventar tanta trapaça e mentira pra sobreviver. E um dos bordões mais famosos da literatura e cinema brasileiros, “não sei, só sei que foi assim”, nem sequer existiria.

Com toda aquela sagacidade, se João Grilo e Chicó tivessem recebido o benefício do seguro de vida dos pais, talvez João teria comprado a padaria e Chicó se casado com Rosinha sem prometer uma tira do próprio couro ao fazendeiro, pai da dama bonita.

Dark

Se teve vulnerabilidade em Dark, com certeza não foi a financeira. Mas imagine só se Mikel tivesse um seguro de vida? A gente fica até com dó da seguradora, porque todos os outros personagens teriam recebido inúmeros benefícios com toda aquela viagem no tempo. Até o próprio Mikel na infância! Enquanto isso, a cabeça do corretor ficaria mais ou menos assim:

Reconheceu alguém? A gente também!  🤣

Já que nem eu nem você conseguimos ir e voltar no tempo para ver o que vai acontecer, que tal simular seu seguro de vida em menos de 5 minutos, aqui e agora?

Game of Thrones

Com tanta morte repentina e assassinato Game of Thrones também seria uma máquina de benefícios. Já imaginou o valor da apólice da Mulher de Vermelho, Melisandre? Com certeza, daria pra pagar as dívidas dos Lannisters com os banqueiros do Banco de Ferro de Bravos!

Se Ned Stark tivesse um seguro de vida, a guerra teria outro curso pra Robb Stark e nós não teríamos assistido a tantas temporadas para, finalmente, ver John Snow chamando a Daenerys de “Danny”.

Com a cobertura deixada por Ned Stark, Robb poderia investir o dinheiro do seguro em um exército de mercenários da Companhia Dourada e invadir Porto Real (tchau, Cersei!)

Mas, como sabemos, a necessidade de arrecadar dinheiro e aliados encurtou a vida de alguns Starks, infelizmente.

Seguro de vida é na Azos! Simule

How I Met Your Mother

Então, saber como funciona um seguro de vida pode mudar a forma como se conta uma história de amor e todo drama e comédia que a envolve? Ah, com certeza!

Se a esposa de Ted tivesse um seguro de vida, com certeza os filhos ouviriam outra história, teriam tido uma outra formação e Ted poderia ter vivido com mais folga e talvez até longe dos seus grandes amigos. Talvez ele nem tivesse frequentado o tão famoso Maclaren's Pub. O que, sem dúvidas, muda toda a história, não é mesmo?

Quem sabe ele não teria sido alguém parecido como Barney? Ao menos na condição financeira, isso não seria de todo ruim, certo?

Agora, nossa faixa bônus, porque, claro, não é todo mundo que precisa de um seguro de vida. Especialmente esses carinhas a seguir. Veja só!

Bônus: histórias e personagens que não precisam de seguro de vida

Batman

Mas, é claro, o herdeiro da multinacional e milionária Wayne, não precisaria. O filho dos Wayne, de dia é Bruce, um jovem e charmoso milionário, e a noite é Batman, o justiceiro da conturbada Gotham City.

Mansão, Lamborghinis e um mordomo britânico habilidoso e altamente treinado são elementos do extenso patrimônio de Bruce Wayne. Isso sem contar com todo aquele apetrecho de tecnologia de ponta utilizado pelo misterioso Batman.

O que é um seguro de vida perto do estilo de vida dos Wayne!

Riquinho

O nome já diz tudo, né! Quem aí se lembra desse famoso filme estrelado pela criança-celebridade, Macaulay Culkin? Esperamos que não suspeitem da nossa idade.

Esse artigo é curto para elencar a riqueza do garoto apelidado pelos amigos de Riquinho. Apenas imagine o que é ter uma montanha russa em pleno quintal da sua casa, e você terá uma ideia se os pais de Riquinho precisam ou não de um seguro de vida.

A fortuna deles é tão grande, que no cofre da família, ao invés de guardarem dinheiro, os ricaços guardavam a mobília do quarto de bebê do filho. Dinheiro não é tudo, tá vendo?

Homem de Ferro

Tony Stark, o engenheiro e alcoólatra bilionário inventor do Homem de Ferro, é outro personagem que não precisaria de um seguro de vida.

Após enriquecer vendendo protótipos e armas para a indústria bélica, Tony Stark percebe que está fazendo mais mal do que bem e passa, a partir daí, a empregar a fortuna para enfrentar o crime.

Assim como ter um seguro de vida, o Homem de Ferro é um caso de “antes tarde do que nunca”.

Dorian Gray

O personagem do romance, O retrato de Dorian Gray, é um desses protagonistas para quem um seguro de vida não faria qualquer sentido.

Talvez o leitor pense que estamos falando da vida luxuosa que o jovem leva entre a alta sociedade londrina. Mas, Dorian Gray, além da fortuna, é agraciado, e ao mesmo tempo amaldiçoado, com uma fortuna muito maior e impossível, ou melhor, quase impossível de ser desfeita: a vida eterna.

Misteriosamente agraciado com essa dádiva, Dorian Gray fez de tudo um pouco, mas fez tanto que chegou a um ponto que sua alma não tinha nem sequer um pingo de inocência. Embora não precisasse de um seguro de vida, uma coisa é certa: Dorian Gray é o cliente de ouro de toda seguradora.

"É ou não é? É!”

Como dissemos, nos EUA , 54% das pessoas têm seguro de vida, e ainda assim histórias trágicas e mudanças drásticas de curso de milhares de vidas acontecem, porque as pessoas não contratam um seguro de vida.

Esses números são muito piores no Brasil, não que o mercado tenha ajudado. Muitos brasileiros nem sabem como funciona seguro de vida. Mas, hoje, é possível contratar um seguro seja qual for a sua renda e, com isso, evitar surpresas desagradáveis. Melhor ainda, ao garantir uma cobertura para sua família, você vai poder ter um sono tranquilo ao saber que o futuro dela não corre nenhum perigo.

Porque o seguro de vida funciona para isso: para garantir que, caso algo aconteça com você, a sua família tenha a segurança e estabilidade financeiras garantidas, e os sonhos que vocês alimentaram juntos sejam mantidos. Seguro de vida é sobre cuidado, é sobre proteger quem você ama.

Se você gostou e, assim como a gente, se divertiu com esse artigo, deixa um comentário contando qual outro personagem teria uma vida totalmente diferente se tivesse um seguro de vida. Não deixe de compartilhar com seus amigos também que gostam de alguma dessas histórias.