Você precisa reavaliar certas falas que podem fazer com que a pessoa se sinta culpada por ter tais pensamentos.

Destaquei seis frases para ajudar você a repensar sobre algumas que são tão simples mas que podem agoniar uma pessoa por longas noites:

"Mas a sua vida é melhor do que a de tanta gente por aí"

No sofrimento não há espaço para disputa. Todos sofrem, em proporções diferentes.

"Pensamento positivo que isso é apenas uma fase, logo as coisas irão ficar melhores para você"

Para uma pessoa que está sem esperança, saiba que uma frase como essa não irá mantê-la motivada quando a única coisa que ela está sentindo é dor.

"Por que você vai se matar por causa dele (a) ou por que você quer morrer por determinada situação? Não vale à pena"

São duas frases que também desprezam o sofrimento do outro, que desvalorizam as suas percepções sobre a sua vida em particular.

"Muita gente fala que vai se matar, mas não vejo ninguém fazendo nada"

É o tal mito de quem quer fazer, não avisa.

Mas saiba que especialistas no assunto dizem que certas falas e/ou comportamentos são sinais que merecem atenção visto que é de pouco em pouco que as aflições se fortalecem.

"Eu também já pensei em suicídio, mas acabei superando e me tornando uma pessoa mais forte ainda"

Dizer que você é forte e que superou não contribui com o alívio de quem está em sofrimento.

"Quem pensa em suicídio certamente tem mente fraca"

Não existe mente fraca ou forte. Cuidado com os julgamentos.

Esse conteúdo foi escrito pela psicóloga Fernanda Rondom em parceira com a Azos.
Ela é pós-graduada em Psicologia Analítica, formada em Psicologia, com formação Avançada de Tanatologia e Cuidados Paliativos, Fernanda Rondon é psicóloga, e atualmente realiza atendimentos online.

Siga @vacomalma - Telefone: (31) 99680-8336 - Site: www.fernandarondon.com.br

Caso você seja uma pessoa com ideações suicidas, ou conheça alguém que esteja em sofrimento, sugiro que busque a sua rede de apoio (sejam familiares ou amigos); caso já tenha feito essa tentativa e sentiu que não foi acolhido como gostaria, recorra ao Centro de Valorização da Vida, que realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias. Acesso o site: https://www.cvv.org.br/   Ou ligue para o número 188!