Você se preocupa com o seu futuro e o de sua família? Amor envolve cuidado e é por isso que estamos sempre pensando em como passar segurança para as pessoas que amamos. Mais que isso, é preciso que essa segurança seja real, e não somente uma sensação.

Estar seguro é saber que se tem com quem contar, que os filhos terão um bom estudo e acesso à saúde, que você e seus entes queridos vivem em um lugar confortável, que têm acesso à cultura, lazer, tempo de descanso (e você pode incluir aqui nesta lista mais uma série de fatores). 

Fato é que muitos destes pontos, talvez até a maioria, precisam de meios financeiros para se concretizarem. Através da segurança financeira é possível viabilizar uma série de outras “seguranças”, como educacional, habitacional, alimentar e tantas outras.

Para isso, é preciso mais que “apenas” trabalhar e/ou investir. É preciso que o fruto desse trabalho e dos investimentos seja bem aplicado. Caso contrário, a segurança financeira nunca chega. E isso tem muito mais a ver com organização e responsabilidade do que com o quanto se ganha. 

Por exemplo, quem está mais seguro e estável financeiramente: quem ganha 1 milhão de reais e gasta 2 milhões ou quem ganha 6 mil, gasta 4, investe mil e poupa mil?

O que é um planejamento financeiro familiar?

O planejamento familiar é uma projeção. Ou seja, uma organização de forma clara, formal e escrita, aprovada por todos os envolvidos produtivos (ou seja, todos aqueles que trazem dinheiro para a vida familiar). 

Neste planejamento você organiza suas finanças através de uma planilha financeira - online ou não, abarcando todas as fontes de receita (salários, aluguéis, lucros, pensões, etc.) e todas as fontes de gastos fixos (sem deixar de incluir também uma expectativa ou um teto dos gastos variáveis, como lazer e viagens, por exemplo).

Esse planejamento é uma importante ferramenta para a educação financeira. Assunto que deveria ser matéria de escola mas que, infelizmente, costumamos aprender de forma tardia, muitas vezes até devido a maus momentos financeiros na vida adulta. Por isso, é interessante que você também eduque as crianças sobre esse passo importante da vida. 

Assim, elas entendem a importância de encarar o dinheiro de forma responsável e já crescem entendendo melhor sobre limites, sobre possibilidades financeiras, sobre economia e sobre as formas de agir para conquistar algum bem ou produto que precisem.

Baixe nossa planilha de organização financeira

Importância de se ter um planejamento familiar

A maior importância de um planejamento é proteger a sua família e proteger também os seus bens. Com o planejamento você sabe que nenhuma conta ficará sem pagamento e que você não vai precisar sacrificar uma conta para poder dar conta da outra. 

É também através do planejamento que você pode sair da dívida e evitar que ela ocorra novamente. Planejar a situação financeira da sua família é tão importante quanto estar presente para ela!

Centralize seus gastos 

Você não precisa fazer tudo sozinho. Para quem não é da área financeira, pode ser muito difícil começar a organizar as contas, mas a boa notícia é que existem muitas ferramentas para te ajudar com isso! 

É muito provável que dentro do próprio aplicativo do seu banco tenha algum campo nesse sentido, que já monitora e mostra a você onde têm sido alocados os seus gastos. É uma ótima forma de começar a se familiarizar e entender como o planejamento deve ser feito. 

Porém, lembre-se que o aplicativo rastreia apenas as suas finanças, e o ideal é que isso seja feito para as finanças da família como um todo.

Alguns apps que podem te ajudar nisso são:

Também existem modelos prontos de planilhas elaborados justamente para este fim: a organização financeira familiar. Este passo simples pode ser o primeiro de uma caminhada de muito mais tranquilidade para toda a sua família. 

Ao final deste artigo, disponibilizamos de forma totalmente gratuita uma planilha de planejamento financeiro familiar desenvolvida por nosso time de especialistas! Siga a leitura e não deixe de fazer o download quando terminar.

Tenha objetivos claros para a sua reserva, inclua seus sonhos

O planejamento financeiro, muito mais que apenas uma lista entediante de contas que devem ser abatidas dos salário das famílias, também é um mapa para a conquista de sonhos e objetivos de vida de vocês. 

Todo passo que envolve dinheiro, especialmente se for em uma quantidade mais alta, é dado de forma mais segura se for planejado. Assim, o sonho não vira pesadelo e os objetivos não se tornam arrependimentos. Uma família afundada em dívidas passa por uma quantidade muito grande de estresse, pressão e insegurança. 

O planejamento financeiro familiar é realmente uma questão de qualidade de vida. Seja qual for o seu próximo passo, ele poderá te ajudar. 

Maternidade 

A maternidade exige preparo de diversas formas e, sem nenhuma dúvida, o preparo financeiro é muito importante. Se for possível se planejar pra ela, ou mesmo que isso seja feito ao longo da gravidez, é melhor. Crianças são um investimento. 

Você conhece o maior amor do mundo mas, em troca, é preciso que você possa cuidar delas. E cuidar envolve dinheiro (não somente, mas envolve também).

Pós-graduação

O mercado de trabalho exige atualizações constantes. Por isso, há sempre algum curso ou especialização que podemos fazer para nos tornarmos profissionais melhores e para termos remunerações cada vez mais altas. 

Por isso, uma pós-graduação, um mestrado ou um curso interessante podem ser um dos objetivos contemplados em seu planejamento!

Carro novo e casa própria

Os sonhos mais comuns dos brasileiros, especialmente quando o assunto é planejamento familiar. Essas compras são importantes, nos enchem de orgulho e trazem mais conforto para as pessoas que amamos. Porém, são investimentos altos e é fundamental que sejam feitos de maneira consciente. 

Não se esqueça da importância também do seguro para o patrimônio, outro investimento de suma importância, assim como o seguro de vida (com seus respectivos guardiões e beneficiários).

Converse com um especialista sobre seguro de vida

6 dicas para organizar o planejamento financeiro familiar

Elaborar o planejamento financeiro familiar pode não ser a tarefa mais fácil. Isso porque envolve encarar o dinheiro como um bem comum, e não pessoal (apesar de ser fundamental reservar uma quantia para sua autonomia também, einh?!). E também porque envolve prioridades. Muitas vezes, colocando as prioridades familiares acima das vontades individuais. 

O importante é que todos estejam a bordo e entendam que este tipo de planejamento é benéfico para todos!

Além de utilizar os aplicativos para que você identifique quais têm sido os seus gastos, e da planilha de planejamento financeiro familiar, algumas pequenas mudanças podem te deixar mais perto de uma vida organizada! Veja nossas dicas abaixo!

Conte com o comprometimento de todos

Uma família é feita de mais de uma pessoa, certo? Então, para um planejamento familiar dar certo, será preciso que todos os integrantes desta família façam a sua parte. Explique para os seus familiares os motivos de ser tão importante seguir o planejamento. Inclua os sonhos de todos, ouça-os. 

Se eles entenderem o quão vantajoso é seguir um planejamento, com certeza ficarão muito mais empenhados e comprometidos a executá-lo.

Qualquer centavo vale muito

Pode parecer que não, mas tenha certeza: todo dinheiro é importante. Toda contribuição conta, mesmo que seja pequena. Da mesma forma que toda compra tem em si a capacidade de atrapalhar o planejamento, especialmente se for uma compra feita por impulso. 

Nada deve ser visto como irrelevante porque, em matéria de finanças, nada é. Então, dê o devido valor ao seu dinheiro.

Priorize as compras à vista e com desconto

Por que é importante ter sempre uma reserva? Porque aí as coisas podem ser compradas à vista e por um valor mais baixo do que compras à prazo. 

Além disso, o acúmulo de parcelas de meses e meses pode comprometer o planejamento por um tempo alongado, ao contrário do que é pago de uma só vez.

Não compre por impulso

Comprar por impulso é sinônimo de dinheiro mal empregado em quase 100% das vezes. Faça um pequeno flashback mental: geralmente você compra na “espontaneidade” ou você percebe uma necessidade, pensa um tempo sobre ela, faz uma pesquisa a respeito e só então toma a sua decisão de compra? 

Para quebrar este padrão de comportamento, anote tudo que você realmente quer comprar e vá riscando os itens da lista conforme for sendo possível. Assim, você sempre terá o que quer e vai evitar fazer um uso pouco estratégico do seu dinheiro.

Respeite o seu padrão de vida

Você precisa ser honesto com você mesmo e todos os membros da família devem fazer o mesmo. Sonhos megalomaníacos podem comprometer outros sonhos que estão dentro da realidade e poderiam ser conquistados com menos esforço e menos tempo. Vocês podem poupar por 3 décadas para comprar uma grande mansão ou vocês podem se planejar e dar entrada na casa própria dentro de 3 anos, se ela estiver dentro do orçamento de vocês. 

Sonhar é bom, mas ter um olhar amadurecido para as próprias possibilidades também é importante. 

Desenvolva a inteligência financeira

A inteligência financeira pode ser definida como “a capacidade estratégica de utilizar o dinheiro que se tem, de forma a extrair dele a maior quantidade de possibilidades ou as melhores escolhas, independentemente de quanto se tem”. Isso quer dizer que mesmo sem ganhar um salário exorbitante, é possível viver com conforto e ter acesso a ótimos momentos graças à sua renda, desde que você encare seu dinheiro com seriedade e de forma responsável. 

À medida que você for seguindo o planejamento financeiro, você irá aprender com ele. Vendo o que faz mais sentido para você e para a sua família. Esteja atento às possibilidades de melhorar sempre.

Proteja seu dinheiro

Proteger o seu dinheiro é sinônimo de proteger a sua família. É muito importante que, se seu planejamento financeiro permitir, você crie e alimente uma reserva para emergências e uma para gastar de maneira estratégica. 

Essa reserva de emergência pode ser um valor fechado, por exemplo. Você cria uma meta e, ao atingi-la, não precisa seguir colocando dinheiro nela. A outra reserva pode ser para viagens, por exemplo. Ou para algum (ou alguns) dos objetivos listados acima. Nela, é interessante que haja sempre investimento, assim ela poderá acompanhar as mudanças e conquistas da sua família. 

E onde deixar esse dinheiro? Não pode estar embaixo do colchão, certo? Da mesma forma que não pode ser em um lugar onde ele não esteja protegido da desvalorização. É preciso agir estrategicamente quando o assunto são as suas economias. E isso não quer dizer que você deva fazer grandes manobras na bolsa de valores internacional, mas que você deve usar da inteligência financeira ao se decidir. Para tal, você pode conversar com seu gerente ou com amigos próximos que estejam por dentro do assunto, mas é importante que você mesmo também faça uma pesquisa. 

Nossas principais indicações para você conhecer e avaliar como possíveis opções são:

  • Compra de ações;
  • Investimento no Tesouro IPCA Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo;
  • Compra de títulos privados de renda fixa indexados ao IPCA;
  • Fundos de investimento e ETFs (Exchange-traded fund);
  • Fundos imobiliários ligados ao IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado).

Proteja quem você ama

É importante pensar que quando nos planejamos financeiramente, também devemos pensar nos imprevistos. Uma parte da sua reserva deve ser pensada estrategicamente para esses momentos.

E se você ficar doente ou sofrer um acidente que te impeça de trabalhar? E se algo acontecer e algum dos responsáveis financeiros da família falecer? Os seguros de vida, doenças graves e invalidez podem ajudar nessas horas.

Com auxílio funeral e acesso a uma cobertura adequada, é possível passar por momentos difíceis com um colchão financeiro até que suas finanças possam ser readequadas à nova realidade.

Pronto para começar a organizar suas contas de maneira estratégica? Então baixe aqui nossa planilha modelo para começar agora mesmo a fazer o seu planejamento financeiro familiar!

Baixe a Planilha de Controle Financeiro!